22 agosto, 2008


Palavras!

Nosso encontro foi saudade
Do nosso corpo no outro,
Nosso abraço foi vontade
Do nosso querer proibido!

Nosso olhar foi “olho d’água”
Refletindo todo brilho
D’uma paixão assanhada
Que não se esconde em palavras!

Fomos naquela hora,
Corpo, coração e alma
E sem nenhuma pressa,
Cativos do mesmo encanto!

Se, foi erro, engano
Ou simplesmente acaso,
Pouco importa se esse deslize,
Foi mesmo despedida!

Pra nós fica a certeza
Que foi nosso, esse momento!

2 comentários:

uma amigah disse...

Querida!
Essa poesia é um conjunto intenso de muitas intenções apaixonadas e não apenas palavras...
Amei tudo.
Beijinhos, muitos!

Anônimo disse...

Elenara, como pode um amor ser assim tão grande???
Que inveja branca eu tenho de , querida!
Abrs!