19 maio, 2006

Devaneios!
Era apenas para ser um poema ilustrativo de um conjunto de palavras confidenciadas por ondas eletrônicas, numa super tecnologia que faz com estejamos com muitas pessoas ao mesmo tempo e que nos permitem falar, escrever e olhar o outro, através de uma janela, na tela de um computador.
Era para ser tão somente isso!
Um postal escrito de uma atração que surgiu aos pouco e que de repente acabou se tornando possível, porque um homem e uma mulher decididos a viver um olhar, um abraço, uma fantasia, começaram a se permitir dividir uma cumplicidade de corpos, expectativas e segredos.
Era para ser assim!
Mas uma brincadeira com as palavras, num exercício de vogais e consoantes, acabaram por se agrupar por osmose e numa explosão em cadeia, pele, voz, olhos e sorrisos sucumbiram aos apelos do desejo que sem nenhuma vergonha, soltou - se ao balanço dos corpos há tanto tempo exposto ao silêncio e ao abandono.
E assim desse modo, em constante avalanche, tudo começou acontecer!
Eu só fiz ilustrar essa emoção escondida e segredada através de versos que o desvario da minha imaginação construiu. Dei uma roupagem poética a sentimentos compartilhados e humildemente ousei formatar novas imagens!
O resto veio em seqüência tal qual peças de um quebra cabeça!
Hoje sou alguém que vislumbrou uma emoção captada no meio de tantas palavras trocadas num MSN de um dia qualquer, que se sente envaidecida quando o agente Alfa desses versos, manifesta-se registrando como MARAVILHOSO o poema que a parcela Beta codificou como sendo uma emoção para ser vivida!
A mim resta apenas a felicidade de ter podido contribuir com palavras para um jogo que já estava com as cartas marcadas!
Ninguém resiste tanto tempo num amor que não se permite viver na plenitude de todo o desejo, que do corpo emana!
É tempo para uma nova era de amor!
Que maravilha!
Adorei!

18 comentários:

Marília disse...

Tô petrificada....ihihiihi!!!
Como se não bastasse essa criatividade toda com os poemas, agora deu para fazer textos em cima dos teus poemas. Tu és danada mesmo!
Admiro isso em ti.
BeijOkas.

Helenna Sampaio disse...

Elenara, sinto tanto bem estar quando leio o teu Blog que para mim já é um vício chegar por essas paragens, mesmo às vezes não deixando comentários.
Hoje criei coragem.
Te saúdo nesse texto, muito bem escrito.
Um abraço.

Anônimo disse...

De qual poema falas nesse texto que li e que me deixou curioso.
Achei muito bonito e bem instigante.

Elenara Teixeira disse...

Achei legal essa tua curiosidade, mas falar o nome do Poema tira esse ar de mistério...
Procura no Blog que ele está postado.
Vai ser uma brincadeira....eheheheheh!
Mas gostei demais, viu!

Anônimo disse...

Genial!

Manuela Ferraz da Silva disse...

Não vale!
Quero o nome do poema. Assim tu me matas de curiosidade.

Vera Pinheiro disse...

Parabéns. Este espaço te expressa. É lindo!

Anônimo disse...

Esse Blog é raro, límpido e tranqüilizante. Parei!

Iara Martins Arruda disse...

Que inveja branca eu sinto de não saber expressar tudo aquilo que escreves com tamanha naturalidade, beleza e emoção.
Parabéns!

Êva Santos de Rodrigues disse...

Amiga!
Pergunto?
Preciso falar mais alguma coisa depois disso, onde Alfa e Beta se unem e se transformam em corpos de um Homem e uma Mulher e que se unem numa explosão de paixão e gozo...
Duvido!

ANALIA disse...

Aqui no seu blog eu sempre me emociono, são alegrias, sorrisos, saudades sei lá de quê...Rssss
Sua poesia toca as pessoas e isso é muito bom.
São textos e poemas cheios de emoções. Quanto mateial produzido, acho que está na hora de ir pensando em editar um livro, que tal?
Beijos e muito sucesso

Elenara Teixeira disse...

Anália!
És generosa demais nas tuas palavras e fico agradecida pelo incentivo carinhoso.
Sempre é bom ouvir dos amigos palavras gentis e afetivas. Elas nos ajudam cada vez mais a escrever sobre tudo um pouco...
Quem sabe um dia....Rssssss!
Obrigaduuuuuu!!!

Anônimo disse...

Se este texto é lindo no que relatas, fico imaginando como não deve ter sido o poema.
Mostra!

Anônimo disse...

Quanta verdade há nessas palavras!

UMA FÃ disse...

Essas tuas meias palavras, esse teu jogo de palavras é uma verdadeira tentação, pois estás sempre a nos alimenar de curiosidades. Eu amo essa caça a raposa em pleno século XXI.
Tens todo o direito a esse sucesso!
Te leio sempre no Blog e no Jornal.
Beijos.

Alice Rodrigues disse...

Amiga!
Penso como deve ser bom ter essa graça que tens de poder com as tuas palavras, escrever muito do que sentimos. Consegues dizer o que o meu coração necessita falar.
És uma artista, sem dúvida!

Anônimo disse...

Interesting site. Useful information. Bookmarked.
»

Anônimo disse...

Super color scheme, I like it! Good job. Go on.
»