12 maio, 2007


PÃE!

O que faz um homem ser PÃE,
senão a sensibilidade e a emoção do amor!
O que faz um homem ser PÃE,
senão a grandeza e a sabedoria!
O que faz um homem ser PÃE,
senão o caráter e dignidade!
O que faz um homem ser PÃE,
senão a coragem e a fé!
O que faz um homem ser PÃE,
senão a grandeza do ser HOMEM!

Admir pela tua alma feminina, amorosa e linda,
que soube acolher em teus braços uma vida inocente,
colocando amor, cor e brilho
no coração de uma mulher,
que um dia foi menina,
foi criança,
foi bebê,
tua filha Analy!
Tua atitude digna permite que amanhã também seja o teu dia!
Parabéns PÃE!


9 comentários:

Fernando Silveira disse...

Show!!!
Quase sempre nesse dia das Mães, a figura masculina fica relegada a um segundo plano...
Tua poesia faz o inverso, eleva e valoriza a figura do Homem, mostrando que ele é capaz de alavancar atitudes de amor extremo por seus rebentos...
O PÃE existe sim e a figura e o nome do Admir, pai da Analy do BBB7 é um bom exemplo disso!
Sinto-me homenageado na figura desse PÃE, que tão jovem soube conquistar e valorizar essa imagem do ser PÃE!
Parabéns, você soube captar essa verdade, tuas palavras são o exemplo disso!
Teu Blog cada vez fica mais lindo e emocionante...
Cada visita que faço, surpreendo-me em cada verso!
Sucesso!

Um Pai também Pâe

Admir Rosa disse...

Elenara, querida!
Que linda mensagem...
Fiquei emocionado...
Obrigado por tanto carinho, por tantas palavras doces para mim e minha filha.
Fazer papel de pai e mãe ao mesmo tempo realmente não é fácil, porém, ao ver a pessoa que minha filha se tornou, só me traz orgulho e o sacrifício deixa de existir, fica apenas o amor e a certeza que tudo valeu a pena.
Muito obrigado.
Grande beijo.

Maria Beatriz disse...

Elenara!
Teu blog é uma delícia...
Parabéns!
Gosto de volta e meia cruzar por aqui e dar uma olhadinha...
Sempre vale chegar e ficar emocionada.
Tu és grande, com um coração imenso...
Muito justa essa homenagem ao pai da Analy. Li numa revista que ele criou com a mãe dele, ela desde bebê.
Se foi assim mesmo, nada mais justo que esse poema PÃE!
Você é adorável, sempre encontra motivos para fazer belos poemas.
Bjus!

martha disse...

Além dele ser um PÃE de primeira grandeza, ele é um "gatão" também....eheheheh!!!
Parabéns pelo poema.

ricardo santos disse...

Uma grande história de vida sem dúvida desse Pãe!!
Sucesso!

Maristela disse...

Elenara, achei o máximo o poema.
Puxa vida, ele está muito lindo nessa foto.
Um verdadeiro gatinho fofo.....ihihihi!!!

Alcíone disse...

Bem bonito!
Beijosssssssssss

vera lúcia disse...

Muito lindo!
Parabéns a você pela inspiração. Bjs!

admir rosa disse...

Olá, querida, muito obrigado pelas palavras!
Adorei!
Tenha uma excelente semana.
Beijos!