24 março, 2006

Então Me Diz!


Essa música que chega
doce e tão suave
e que me toma a alma,
possui meus sentidos
toca meu coração
e comove minha emoção!

Ouço comovida o acorde
de um violino chorando,
lamento doído de uma
grande estória de amor!

Um fim destruído,
amargo e dolorido
a fazer estrago,
a chorar a perda
da alegria de amar!

Descobrir que essa via
estava sendo de mão única
é peso para empatar a vida,
deixando sempre no ar
uma pergunta quase
sempre sem resposta:
Então me diz!

Fala desse amor, dessa sedução,
dessa vontade quase insana
de te amar,...amar,...amar!

Fala dessa verdade
que seduziu meu coração
e me levou a te querer assim!

Fala dessa saudade
que me vira do avesso,
razão do meu tropeço,
da minha glória e de toda
a minha desventura:
Ter amado assim dessa maneira
e ter me feito tão infeliz!
Então me diz!

Um comentário:

Uma Amiga disse...

Parabéns!
Sou também apaixonada por essa música e com sensibilidade tu agarrou a essência poética de tudo o que ela quer dizer.